logo existe um lugar no mundo 1578

Sogut, Turquia: uma cidade do império otomano

Compartilhe esse artigo:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
letreiro de Sogut, Turquia
letreiro de Sogut, Turquia

Neste post, você vai saber o que ver, o que fazer e as melhores atrações desta pequena cidade turca chamada Sogut, uma das primeiras localidades otomanas, cheia de história e vários atrativos para quem gosta deste tema. Nós passamos por lá em junho de 2023 e este foi um dos pontos altos da nossa viagem de carro pela Turquia. Nesse post, vamos dividir toda a nossa experiência com você.  

Localização

Sogut fica na província de Bilecik, na região de Mármara, a 230 quilômetros de Istambul, capital do país. A melhor forma de chegar lá é de carro e é a que nós recomendamos. As rodovias turcas são maravilhosas e proporcionam uma bela experiência aos viajantes. Mas você também pode ir de Istambul a Sogut de trem ou de ônibus, além de poder optar por uma das muitas excursões de um dia, oferecidas na internet.

A rodovia que leva a Sogut, Turquia
A rodovia que leva a Sogut
A rodovia que leva a Sogut, Turquia
Por todas as estradas, guardinhas de papelão observam o trânsito. De longe, parecem reais.

Nossa passagem por Sogut

Depois de deixar a Capadócia, seguimos para Sogut, especialmente, para ver o Mausoléu de Ertugrul, pai de Osman. Sogut, que significa salgueiro, é uma cidade turca historicamente significativa por ser o local de nascimento do fundador do Império Otomano, Osman Gazi, e ter tido um papel estratégico na sua expansão.  Se você é um dos 3 milhões de telespectadores que assistiram à mundialmente famosa série Dirilis: Ertugrul, vai me entender.

Entrada da cidade de Sogut, Turquia
As boas-vindas na entrada da cidade

Sogut é uma surpresa

Chegamos à cidade logo cedo e o que encontramos foram diversos monumentos que homenageiam seus heróis. Os turcos são muito orgulhosos da própria história e, em todo canto, vemos uma bandeira do país, foto ou cartaz de Ataturk – herói nacional, primeiro presidente da República da Turquia. E nessa cidades, especificamente, onde a história otomana se fez presente, eles cultivam a história e o orgulho.

Avenida em Sogut, Turquia
A avenida larga e arborizada impressionada quem chega desavisado
Torre do relógio em Sogut, Turquia
A torre do relógio é uma estrutura histórica e fica no coração da cidade
Sogut, uma das muitas cidades arborizadas na Turquia
A cidade arborizada ganhou meu coração instantaneamente.

História de Sogut

No início, Sogut era conhecida como Thivásio, mas quando Ertugrul se mudou para lá, em 1231, a cidade já tinha o nome atual. De acordo com o pouco que se tem notícia, ali a tribo Kayi se estabeleceu, tornando este território, um beilhique, que é uma espécie de principado. Em 1281, Osman, filho de Ertugrul, tornou-se o bey (chefe) do beilhique. E foi aí que tudo começou, de verdade. O nome “otomano” é derivado de Osman, responsável por proclamar a autonomia do beilhique em 1299, data que deu início ao seu governo, até a sua morte, em 1324.

Em 1325, Orcano I, neto de Ertugrul, conquistou Bursa, definitivamente. Dessa forma, Sogut deixou de ser a capital dos otomanos, passando o título para Bursa, a primeira cidade do nosso roteiro e sobre a qual, temos um post exclusivo.

Hoje, Sogut continua sendo uma cidade pequena, com 225 mil habitantes, mas impregnada de história, com atrativos importantes para quem quer explorar ou ver a história de perto.

O que ver em Sogut

Ao visitar a cidade, a gente tem a oportunidade de explorar a herança cultural e histórica da Turquia e aprender mais sobre os eventos que levaram à fundação do Império Otomano. Os resquícios estão espalhados pela cidade, seja a arquitetura, os monumentos ou as mesquitas. Para os turcos, honrar os seus heróis nunca é demais. vimos, por toda a cidades, diversas placas, bustos, estátuas reverenciando os governantes. Chega a ser emocionante de ver a devoção e o respeito pela história, pelo passado.

Homenagem a Mustafa Kemal Atatürk, em Sogut, Turquia
Mustafa Kemal Atatürk, primeiro presidente de Turquia, o mais homenageado de todos, em todo o país.
Placa de homenagem a Ertugrul e sua tribo
Homenagem a Ertugrul e sua tribo.
Homenagem aos antepassados em Sogut, Turquia
Homenagem aos antepassados

Praça Principal

No coração de Sogut fica esta praça arborizada, com uma bela fonte de 4 fachadas, a Kaymakam Çesmesi (Fonte do Governador do distrito), construída em 1914 e decorada com mármore e azulejos oriundos de Kutahya, uma cidade turca reconhecida, há séculos, pela produção de azulejos com padrões tradicionais e cores vibrantes.

A Fonte do Governador, em Sogut, Turquia
A linda fonte construída por Sait Bey enfeita a praça da cidade
O coreto da praça
O coreto não é tão antigo mas dá uma nostalgia…

Mausoléu de Ertugrul

Ertugrul nasceu em 1188 e morreu em 1281, aos 93 anos de idade. O mausoléu foi construído por seu filho e sucessor, Osman. Mas foi reconstruído várias vezes depois disso. A estrutura atual é obra do sultão Abdul Hamid II, já no final do século XIX. 

A estrutura fica em meio a uma área verde enorme e, em torno, ficam os túmulos da sua mulher Halime Hatun, do seu filho Sözcü Bey e de vários dos seus alps, companheiros de batalha, muitos deles, personagens na série televisiva: Konur Alp, Karamürsel, Abdurrahman Gazi, Dündar Bey, Aktimur Bey, Çoban Mirza Bey, Emir Ali, Aykut Alp, Gündüz Bey e Aydoğdu Bey, entre outros.

O mausoléu fica aberto das 9h às 17h, todos os dias e recebe visitantes de toda a Turquia e estrangeiros.

Entrada do Mausoléu de Ertugrul, em Sogut, Turquia
Esta é a entrada principal do Mausoléu, mas existe uma entrada por trás, com estacionamento
Mausoléu de Ertugrul
Andamos mais um pouco e o movimento de visitantes aumenta em torno da tumba
Guardas na entrada do Mausoléu de Ertugrul
Na porta, uma guarda é trocada de hora em hora, num ritual emocionante
Urna funerária de Ertugrul no Mausoléu de Ertugrul
O corpo de Estugrul está nessa urna cercada por homenagens
Mausoléu de Ertugrul
Depois de deixar os sapatos na entrada, disputamos o espaço com outros visitantes (alguns rezando, outros chorando).
Tumba honorária de Turgut, no Mausoléu de Ertugrul
Este é um túmulo honorário de Turgut, um dos melhores companheiros de Ertugrul. O verdadeiro local de descanso de Turgut Alp fica em Inegol
Túmulo de Halime, mulher de Ertugrul
Túmulo de Halime, mulher de Ertugrul

Em torno do mausoléu

Se você sair pelos fundos do mausoléu, vai encontrar um restaurante, várias lojinhas de souvenir, banheiros e uma mesquita, como não poderia deixar de ser. É tudo muito limpo e organizado, não se vê bagunça, é um ambiente de muito respeito. Muitas pessoas, não sei se funcionários, se vestem de alps, os guerreiros otomanos, para os visitantes fotografarem.

Compras em Sogut, Turquia
O que não falta é quinquilharia pra gente trazer pr casa
Mesquita
Um mesquita moderna convida os muçulmanos para as orações.

Homenagens

No mausoléu, o túmulo do herói otomano tem uma guarda especial, vestida à caráter, 24 horas por dia. De hora em hora, a guarda é trocada. Turistas estrangeiros e turcos, especialmente, se emocionam com o ritual. Em torno do túmulo, foram depositadas bandeiras de várias nações turcas e amostras de solo de todas as terras otomanas e territórios turcos. Sete séculos depois, as homenagens a Ertugrul ainda acontecem e esta foi uma delas, em 2017.

Guarda de honra vestida como no tempo dos alps
A guarda vestida a caráter, como no tempo dos alps, encanta os visitantes
A tumba de Ertugrul, as bandeiras e as caixinhas com a terra dos territórios otomanos em torno
A tumba de Ertugrul, as bandeiras e as caixinhas com a terra dos territórios otomanos em torno

Festival Yoruk

Todos os anos, na primeira quinzena de setembro, o povo de Sogut realiza o Festival de Ertugrul Gazi, que eles consideram o avô de todos. O evento acontece há 7 séculos ininterruptos, desde o tempo das tribos Yoruk e Kayi. Faz parte da cerimônia, manter os pensamentos elevados, mostrando  respeito e amor aos antepassados – ensinando às gerações mais jovens, o amor pelo país e pela história do país, além de lembrar a todos tudo o que os turcos viveram.

A programação é grande e inclui orações na Mesquita Çelebi Mehmet, visita de autoridades de todo o país, simpósios, festa dos namorados, jogos, shows de folclore, concertos. Tendas são armadas para compartilhar os costumes antigos, a comida, o artesanato, todos com trajes tradicionais. Na última noite de sábado para domingo, é servido aos convidados, arroz medicinal com carne e uvas. Uma marcha até a tumba de Ertugrul também acontece, com trajes nacionais, grupos folclóricos e membros do protocolo oficial, além da população. Chegando lá, é feito um minuto de silêncio e o hino nacional é executado.

A próxima vez que formos à Turquia, será na época desse festival.

Museu de Ertugrul

Como não poderia deixar de ser, Sogut tem um museu dedicado a este personagem da história. Trata-se de um espaço pequeno, mas bem-organizado, que reúne documentos, roupas, estandartes, objetos e pertences dos Yoruks (turcos de ascendência oguz) que vivem em Sogut e arredores, artefatos relacionados à época otomana. Nós estivemos lá e, logo na entrada, fomos recepcionado por um busto de Ertugrul. Inaugurado em 2001, o prédio foi construído no final do século XX e chama a atenção pelo acabamento em madeira.

Museu de Ertugrul, em Sogut, Turquia
Museu de Ertugrul: um prédio recente para resguardar a história do Império Otomano
Busto de Ertugrul, no Museu de Ertugrul
Na entrada, a recepção fica por conta de Ertugrul
Museu de Ertugrul
No Museu de Ertugrul, a indumentária dos anos 1200
Museu de Ertugrul, ambientação
Um ambiente em exposição, ainda visto quando se anda pelo interior do país
Artefatos otomanos em exibição no Museu de Ertugrul, em Sogut, Turquia
Artefatos otomanos em exibição no Museu de Ertugrul

Mesquita de Şeyh Edebali

Construída no século 13, por volta dos anos 1280, por Ertugrul, a primeira mesquita é o primeiro edifício histórico na cidade. Com capacidade para apenas 40 pessoas, a mesquita que tem um poço dentro da estrutura atrai milhares de turistas todos os anos. Danificada durante a invasão dos gregos, ela foi redescoberta durante um trabalho de restauração e em 2011, foi reaberta para as orações.

A mesquita é significativa por sua conexão histórica com Edebali, um importante líder religioso e conselheiro do Império Otomano durante os primeiros anos de sua fundação, tornando-se um importante local de peregrinação e ponto turístico.

Tumba de Şeyh Edebali

Nascido em 1206, Şeyh Edebaly foi um teólogo islâmico, estudioso religioso, sogro e orientador de Osman Gazi, pai de Bala Hatun. Sua tumba está no centro da cidade, num lugar alto e lindo. Ao lado, tem uma mesquita. Nós não fomos lá, por absoluta falta de tempo, mas todos dizem que vale a pena, a visita.

Monumento aos Anciãos Turcos – Turk Buyukleri Abidesi

Construído em 1987, em memória dos anciãos turcos que se tornaram parte da história do país, este lugar reúne bustos de bronze de todos os comandantes turcos e fundadores de estado, de Mete Khan a Atatürk. Não deu para chegar perto, mas conseguimos ver a homenagem ao homens que contribuíram com o desenvolvimento do país.

Monumento aos Anciãos Turcos - Turk Buyukleri Abidesi
Os turcos não cansam de agradecer e honrar os seus heróis

Celebi Sultan Mehmet Cami

A Mesquita Çelebi Sultan Mehmet está localizada no centro do distrito de Sogut. A mesquita, também conhecida como Mesquita Çarşı, foi construída por Mehmet, o Primeiro, entre 1414 e 1420 e foi assim nomeada em homenagem a Çelebi Mehmet, um dos irmãos do líder otomano Osman I, fundador do Império Otomano. A estrutura é coberta por 12 pequenas cúpulas. O interior do edifício é bastante marcante em termos de arquitetura. A mesquita, que foi renovada várias vezes, ainda é usada como local de culto dos muçulmanos.

Celebi Sultan Mehmet Cami em Sogut, Turquia
Uma das muitas mesquitas de Sogut fica nesta praça arborizada

Onde se hospedar em Sogut

A nossa visita à cidade foi de apenas um dia, sem necessidade de pernoitar – porque foi possível ver tudo o que nos interessava em apenas um dia. Mas quem deseja curtir a cidade e as suas peculiaridades, é interessante passar, pelo menos, dois dias. Vimos que as opções de hotel e pousadas não são muitas, mas eles podem ser encontrados nos arredores de Sogut.

Onde comer em Sogut

Atrás da Mesquita, tem um restaurante muito bom, com várias opções do cardápio turco. Nós almoçamos lá e aprovamos. Mas vimos várias opções espalhadas pela cidade.

Restaurante de Sogut, Turquia
Este é o restaurante mais próximo do mausoléu e fica nos fundos

O que comprar em Sogut

Como se trata de uma cidade ligada à história do Império Otomano, local de nascimento do fundador, Osman, mausoléu do pai dele, Ertugrul, enfim, uma cidade cheia de significados, as lembrancinhas mais significativas envolvem a história do lugar: flâmulas, esculturas, símbolos, armas, coletes, casacos, turbante, camisetas, uniformes de alps e as mais diversas opções desse universo.

uma lojinha do mausoleu de Ertugrul, em Sogut, Turquia
A lojinha e um vendedor a caráter na porta

sonhos que se realizam

Sogut foi um sonho que se materializou. Pensamos, focamos e conseguimos. Todo mundo é capaz.

Compartilhe esse artigo:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
Reddit
Tumblr

você também pode gostar

autor(a)

Sônia Pedrosa

Sônia Pedrosa

Publicitária

comentários

6 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mais recentes

Arquivos