logo existe um lugar no mundo 1578

Rota Ecológica dos Milagres – Alagoas

Compartilhe esse artigo:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
Capela dos Milagres, na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas
Capela dos Milagres, na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas

Rota Ecológica de Milagres é um pedaço de paraíso localizado no norte do estado de Alagoas, Nordeste brasileiro. Sol, mar calmo, morninho e transparente, praias quase desertas, piscinas naturais e coqueiral interminável são parte da paisagem. Um lugar para você cair de amores. Pronto para o tombo?

Praia alagoana na Rota Ecológica dos Milagres
O verde do mar das praias alagoanas

Rota Ecológica dos Milagres: localização

A Rota Ecológica dos Milagres consiste na região litorânea do norte de Alagoas e contempla 3 municípios: Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres e Passo de Camaragibe. São 23 quilômetros de extensão, que correspondem apenas a uma parte da Costa dos Corais, que começa em Maceió e vai até Porto de Galinhas, em Pernambuco – 140 quilômetros. Esta é a segunda maior barreira de corais do mundo. Na frente, só a da Austrália.

Dica

Para curtir a Rota Ecológica dos Milagres, alugue um carro para se locomover, a não ser que o seu hotel ou pousada tenha restaurante e você vá com o propósito de permanecer no hotel durante os dias que estiver por lá. Mas se você quiser explorar a região, alugue.

Rota Ecológica dos Milagres: o que ver

Depois que você passa pelo portal, a festa para todos os sentidos começa. Você já vê o coqueiral, que abre espaço para os bares e pequenos comércios à beira da estrada. Por trás, apenas o mar. Mas não é qualquer mar. É o mar de Alagoas, o Caribe Brasileiro.

Portal da Rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas
Este portal é uma promessa de felicidade.
Vila Marceneiro
Pelo caminho, a linda Vilinha Marceneiro, com restaurantes, pizzarias, sorveteria e bares
Praia do Marceneiro
Praia do Marceneiro e a cor inacreditável do seu mar

Rota Ecológica dos Milagres: praias

Você pode escolher uma praia a cada dia e não vai cansar de tanta beleza. Vai ficar na dúvida para classificar a preferida e vai querer voltar várias vezes. Barra de Camaragibe, Praia do Marceneiro, Praia do Riacho, São Miguel dos Milagres, Praia do Toque, Porto de Rua, Praia da Laje, Praia do Patacho e Porto de Pedras. Em comum, elas têm o mar calmo, de águas mornas, verdes/azuis e transparentes, areia branca e coqueiral.

O mar de Alagoas, na Rota Ecológica dos Milagres
A fama de Caribe brasileiro não é por acaso

Observar a natureza

Quando a gente viaja para um paraíso como este, com o objetivo de descansar, o ócio é o melhor programa. Sentar numa cadeira na praia, ficar quarando sob o sol ou de molho no mar calmo, quente, verde e transparente; contar as ondas do mar; observar os pescadores saindo ou chegando do mar; assistir ao nascer do sol e esperar o sol se pôr compõem a agenda diária. Este é o melhor programa na Rota Ecológica dos Milagres.

Sonia no mar de Alagoas
minha programação preferida

Caminhadas ou pedaladas na praia

Esse pedacinho de litoral, a areia é batida, durinha, o que favores as caminhadas e pedaladas. Geralmente, os hotéis e pousadas oferecem bicicleta. Quando não, dá para alugar. Se quiser, você também pode fazer contato com Toninho. Ele organiza passeios de bike na Praia dos Morros, que finaliza nas falésias. Este é o whatsapp dele para fazer a reserva: 82 99402-5123.

Areia dura na Praia do Riacho, em Alagoas
A areia durinha convida para uma caminhada
 Coqueiral e a Capela dos Milagres, na Praia de São Miguel dos Milagres, Alagoas
O Coqueiral e a Capela dos Milagres, na Praia de São Miguel dos Milagres

Curtir as piscinas naturais

Ao longo da Rota Ecológica dos Milagres, você vai encontrar jangadeiros oferecendo o passeio. Observe a tábua das marés para ir na hora certa: na maré seca. Ver cardumes coloridos inteiros, nadando nas piscinas, é uma imagem inesquecível. Para reservar o passeio, ligue para 82 99396-8759 e fale com seu Reginaldo, em Porto da Rua.

Piscina natural da Rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas
As piscinas naturais da Rota Ecológica dos Milagres é um passeio imperdível

Passeio de buggy

Para fazer o reconhecimento da área, nada como um passeio de buggy pelos três municípios da Rota Ecológica dos Milagres.  O centro histórico de Porto de Pedras, as igrejas antigas, o encontro do rio Tatuamunha e o mar, a Praia do Roque, a Praia do Patacho e da Lage. O passeio dura 3 horas e é oferecido por várias agências, entre elas, a Patacho Receptivo, que também oferece outros serviços. A reserva pode ser feita no site ou por telefone.

Visitar o santuário do peixe-boi

Graças à associação, o peixe-boi, que estava destinado à extinção, tem um novo destino. Fazendo uma visita ao santuário, você vai conhecer o trabalho e a dedicação de gente que ama a natureza. O Santuário fica em Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres (da ponte que atravessa o rio Tatuamunha até a Pedra do Mero). A visita acontece das 10 às 14 horas e custa 70 reais. É preciso reservar a visita por telefone ou e-mail. Entre em contato com a Associação Peixe-Boi pelo telefone 82 3298-6247 ou 82 99810-3021 ou ainda pelo site da associação. São apenas 10 visitas por dia, fazendo um total de 70 visitantes. Cada visita dura 1 hora e meia.

Peixe-boi
Os peixes-boi aguentam ficar embaixo d’água até 5 minutos. Foto Pixabay

Caiaque transparente na Rota Ecológica dos Milagres

Essa experiência é maravilhosa e você não deve perder. Ver os corais, os peixinhos coloridos e ainda poder mergulhar em águas quentinhas é inesquecível e gera fotos incríveis. Pela 13 Milhas, você pode fazer o passeio que lhe garante um kit de mergulho, fotos embaixo d’água e o acompanhamento de guias. O passeio dura 90 minutos, sendo que, para a remada, são 15 a 20 minutos e custa 120 reais. É preciso fazer a reserva pelo site, com antecedência.

Artesanato alagoano:

além das belezas naturais, Alagoas oferece um rico artesanato, que é encontrado ao logo da Rota Ecológica dos Milagres. Madeira, palha, argila, fios, bordados à mão, rendas, ferro, sementes são alguns dos materiais com os quais os artesãos trabalham. Vale a pena dar uma olhada na Toca do Tatu, Vilinha Marceneiro e nas Sandálias Lima.

Artesanato em madeira
Esculturas em madeira de um artista plástico que tem loja na Vilinha Marceneiro.

Onde ficar na Rota Ecológica dos Milagres

O que a gente vai encontrar são muitos hotéis e pousadas pé na areia, confortáveis, de estilo rústico, e para todos os bolsos, com aqueles cafés da manhã maravilhosos. Nós escolhemos a Pousada Riacho dos Milagres, em São Miguel dos Milagres, que nos recepcionou com uma garrafa de espumante. Mas as opções são inúmeras e para todos os bolsos.

Pousada Riacho dos Milagres, em São Miguel dos Milagres, Alagoas.
Depois da piscina, uma praia praticamente deserta.

Quanto tempo ficar na Rota Ecológica dos Milagres

Menos que uma semana é desperdício. A Rota Ecológica dos Milagres é verdadeiramente apaixonante. Ninguém resiste ao visual, ao barulho da palha dos coqueiros ao vento e das ondas do mar, às caminhadas na praia e à culinária regional. Fica a minha sugestão: pelo menos, uma semana.

Quando ir

Para não se frustrar com a chuva e o céu cinzento, sugiro que escolha o período de meados de agosto a abril – o que não quer dizer que nos outros meses não faça sol. O clima está muito maluco e ele pode surpreender você, com sol ou chuva fora de hora. Outubro e novembro são perfeitos. Para garantir o sol no seu potencial máximo, vá no verão. Mas adianto que vai encontrar as praias cheias, os hotéis e restaurantes mais caros e lotados.

Onde comer na Rota Ecológica dos Milagres

A culinária alagoana é saborosa e a Rota Ecológica dos Milagres oferece várias opções de restaurantes, desde os mais simples aos mais sofisticados. Também são muitas as pizzarias, sorveterias e lanchonetes, na região.

Vilinha Marceneiro

Trata-se de um pedaço da rodovia, onde foi construída uma estrutura que abriga diversos estabelecimentos comercias. Na Vilinha, é possível comer um acarajé no Da Vila Bebidas, tomar um café e se deliciar com os quitutes do Café Do.Cê, alugar um carro, uma moto ou uma bicicleta na Padrão Rentals, curtir a informalidade do Marisa’s, experimentar os pratos típicos da terra no Delícias Alagoanas, comer um sushi no Hanaya Praia, tomar um sorvete no Affetto Gelato, fazer compras na Santa de Rocca e na Azul Milagres, comer uma pizza (deliciosa) no Sicilia Pizzaria e jantar no Áscua Restaurante.

Vilinha Marceneiro, na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas
A Vilinha Marceneiro também tem um restaurante de sushi e a loja de um artista plástico
Sicilia Pizzaria na Vilinha Marceneiro, na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas.
A Sicilia Pizzaria tem um piano para os clientes
O Café Do.cê na Vilinha Marceneiro, na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas
O Café Do.cê e suas delícias
Santa de Rocca, na Vilinha Marceneiro
A Santa de Rocca, com suas saídas de praia, vestidinhos e acessórios

Guajá Vila Gourmet

Saindo da Vilinha Marceneiro, outros restaurantes, ao longo da rodovia, convidam os visitantes, como é o caso do Guajá Vila Gourmet, mais um espaço lindo, com várias opções para lanches e refeições, além de lojinhas. Com plantas por todo os lados, o espaço é bastante iluminado e decorado com muito charme, conferindo à Rota Ecológica dos Milagres toda a fama que ela tem.

Guajá Vila Gourmet, na Rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas
O Guajá Vila Gourmet e seus inúmeros espaços ocupados por restaurantes, bares, lojas e sorveteria.

Na Casa de Boa

Este é um bar ao ar livre, bem iluminado e com uma grande mangueira no centro. Eles servem drinks variados e seus famosos belisquetes. Também fazem delivery. E a música que toca no Na Casa de Boa é de ótima qualidade.

Na Casa de Boa, restaurante na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas
Na Casa de Boa tem um espaço ao ar livre que é o preferido dos clientes

Russo Gastrobar

Mais um lugar espaçoso e cheio de estilo, na Rota Ecológica dos Milagres. A comida do Russo Gastrobar, que também está em Maragogi, é de qualidade e muito variada. E o atendimento é perfeito.

Russo Gastrobar, na Rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas
O Russo Gastrobar é novo mas é importante ligar para reservar, antes de ir.

Villa Milagres

Na véspera de voltar pra casa, nós nos despedimos do paraíso com chave de ouro, jantando no Villa Milagres. O espaço do bar e restaurante, em estilo rústico, é divido em vários ambientes, modernos, decorados com quadros incríveis e luz neon. A comida é excelente.

Vila Milagres, na Rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas
O Vila Milagres é um convite, tanto pela linda decoração rústica quanto pela gastronomia
Vila Milagres, na Rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas
Um dos ambientes do Villa Milagres
Carne de jaca gratinada com gorgonzola - uma das entrada do Villa Milagres, na Rota Ecológica dos Milagres, Alagoas
Carne de jaca gratinada com gorgonzola – uma das entrada do Villa Milagres

Outros posts sobre Alagoas

Praia da Garça Torta, em Maceió

Barra de São Miguel, em Alagoas

Maragogi, Alagoas

Compartilhe esse artigo:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
Reddit
Tumblr

você também pode gostar

autor(a)

Sônia Pedrosa

Sônia Pedrosa

Publicitária

comentários

44 respostas

    1. Lea, é um paraíso, mesmo. Aliás, Alagoas é um estado maravilhoso, todas as praias, todo o litoral cheio de coqueiros… coisa mais linda! Adoro Alagoas!
      Obrigada pelo comentário, Lea!

      1. Wooow, a rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas, é mesmo um pedaço de paraíso, como bem colocado. Que diversidade absurda de belezas naturais. Região litorânea com uma praia mais linda do que a outra, a escolher. As imagens deste blog estão ótimas e convidam a um mergulho aí, quero ir. Valeu pelas dicas!

      1. Mariana,
        Essa região é lindíssima e as fotos não captam toda a beleza dela. É preciso ver de perto. programe-se para esse paraíso!

  1. Esse é o tombo que eu quero tomar! rsrsrs Amei a Rota Ecológica dos Milagres. Sou doida para conhecer o Alagoas! Saudades de passar calor!

    1. Rodrigo,
      Alagoas foi abençoada com esse mar maravilhoso e esse coqueiral incrível! É uma paisagem inacreditável de tão linda!

  2. Nossa, estou encantada! Quantas fotos maravilhosas desse paraíso! Ainda não tive o privilégio de conhecer Alagoas, e estou impressionada com a beleza da Rota Ecológica dos Milagres de lá.

  3. Eu sou apaixonada por essa região, acho uma das mais lindas do nosso país. Sempre que vou a Alagoas faço questão de passar uns dias em alguma cidade da Rota ecologica dos Milagres. Amei seu post.

    1. Que bom que você gostou, Hebe. Eu considero o litoral de Alagoas um verdadeiro paraíso e sempre que posso, vou pra lá, recarregar as baterias. Recomendo a todos!

    1. Nosso país é maravilhoso! São muitas opções no litoral e no interior do Brasil, que nos deixam orgulhosos!
      A rota ecológica dos Milagres é um destino maravilhoso, vc tem que ir lá!

      1. A rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas, é uma região que ainda não conheço. Já fui 2x a Alagoas, mas na época esse roteiro não era divulgado. Vou fazer assim que der.
        Beijos

  4. Tenho uma casa de veraneio em Maragogi, raramente saímos dela quando estamos por lá, mas a Rota Ecológica de Milagres sempre tem ‘seu dia’ em nossas férias no mês de janeiro. Reservamos 1 dia numa semana e seguimos pra praias da rota. Adorei ver as dicas de onde comer.

  5. Que lindo é Milagres, essas praias maravilhosas já seriam o suficiente para me agradar, mas com essas opções de passeios, restaurantes e pousadas tão lindas é perfeito para passar muitos dias aproveitando. Amo Alagoas .

  6. Que destino dos sonhos! Sou louca pra conhecer essa região, mas meu marido ficou com ranço do nordeste quando fomos para fortaleza por causa da muvuca e ambulantes tentando obrigar você a comprar coisas pelo cansaço… Nessa rota ecológica dos milagres no alagoas tem muitos lugares de praias desertas, natureza virgem, tranquilos para descansar, relaxar e curtir a natureza? Porque é isso que a gente gosta. Tranquilidade em meio a natureza com agua azul e morna, nossa é tudo que a gente precisa… Essas piscinas cheias de cardumes dão pé? dá pra por o pé no chão? Meu marido tem trauma de mergulho pq ele quase morreu 3x afogado em uma mesma viagem tentando mergulhar e hoje pra entrar no mar ele precisa por o pé no chão… ele sempre foi louco pra mergulhar mas tem crise de ansiedade só de pensar em mergulhar…

    1. Cíntia, em Fortaleza é assim, mesmo. Nunca tive sossego, na praia… os ambulantes enchem o saco. Mas nessa região de alagoas é completamente diferente. Você tem praias, praticamente, exclusivas. Uma dica é ir a qualquer praia, fora da alta temporada. Ainda assim, nessa região é tranquilo.
      Esse ano, nós fomos lá em julho para comemorar o aniversário do meu marido. Mas, geralmente, vamos nos meses de outubro e novembro. São meses perfeitos pra visitar o nordeste! Tem sol e não tem muvuca.
      Sim, as piscinas naturais dão pé. Você fica com água nos joelhos ou na cintura. Eu não sei nadar e também não gostaria de ir a um lugar com grande profundidade. Diga a ele para dar uma segunda chance ao nordeste. Venha pra cá nos meses de outubro ou novembro. Março também pode ser. É sol garantido.

  7. Já fui uma vez a Alagoas, mas não sabia da Rota Ecológica de Milagres. Que incrível! Esse mar azul é encantador e realmente não deixa nada a desejar ao Caribe. Adorei as casas da vilinha Marceneiro.

  8. Wooow, a rota Ecológica dos Milagres, em Alagoas, é mesmo um pedaço de paraíso, como bem colocado. Que diversidade absurda de belezas naturais. Região litorânea com uma praia mais linda do que a outra, a escolher. As imagens deste blog estão ótimas e convidam a um mergulho aí, quero ir. Valeu pelas dicas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mais recentes

Arquivos