Copa do Mundo na Rússia

Se você é um dos felizes torcedores que pretendem acompanhar os jogos da seleção brasileira de pertinho, durante a Copa do Mundo na Rússia, prepare-se: esse país vai pegar você. Abaixo, estão todas as dicas para você se divertir entre um jogo e outro, e se dar bem nessa viagem.

Catedral de São Basílio, na Praça Vermelha, centro de Moscou
Catedral de São Basílio, na Praça Vermelha, centro de Moscou

Siga nosso perfil no Instagram: https://www.instagram.com/existe_um_lugar/

Copa do Mundo na Rússia

Trata-se de um país surpreendente, que em grande parte das cidades, oferece ótimas acomodações, ótima culinária e várias opções de lazer para você aproveitar, durante a sua estada por lá. Impossível ir à Rússia, apenas, para ver a Copa do Mundo.

O trânsito em Moscou e uma das 7 irmãs ao fundo
O trânsito em Moscou e uma das 7 irmãs ao fundo

Viagem

Provavelmente, a saída da maioria dos brasileiros será por São Paulo ou pelo Rio. Não há voos diretos, mas as opções são muitas, com conexões em Paris (Airfrance), Amsterdam (KLM), Lisboa (TAP), Istambul (Turkish Airlines), Zurique (Swissair) e outras tantas opções. O tempo de viagem fica entre 12 e 16 horas e a passagem custa a partir de R$ 2.600,00, na classe econômica.

Chegada

Para a maioria, a porta de entrada da Rússia é Moscou, que tem 3 aeroportos principais, operando voos nacionais e internacionais. Os três aeroportos, além de serem dotados de restaurantes, bares e lanchonetes, oferecem conexão wifi gratuita e os balcões de informação funcionam 24 horas por dia, com funcionários multilíngues e informações sobre voos, terminais, horários de chegada e partida, transporte para o centro de Moscou e outras cidades.

O Demodedovo fica a 42 quilômetros a sudeste da cidade e o que tem maior tráfego: mais de 30 milhões de passageiros por ano. Mais de 80 companhias aéreas operam nesse aeroporto.

Aeroporto Domodedovo, em Moscou.
Aeroporto Domodedovo – a 42 km de Moscou. Foto: Wikipedia

O Sheremetyevo International fica a 29 quilômetros do centro, no noroeste da cidade, tem 6 terminais e atende a mais de 200 destinos.

O Sheremetyevo International
O Sheremetyevo International fica a 29 quilômetros do centro. Foto: Wikipedia.

O Vnukovo é o menor e mais novo aeroporto da capital russa e fica a pouco mais de 28 quilômetros do centro. Ele foi criado para ser usado durante a Segunda Guerra Mundial mas, no fim da guerra, passou a ser um aeroporto civil.

Vnukovo, em Moscou
Área de embarque do aeroporto de Vnukovo. Foto: Wikipedia

Saindo do aeroporto

De trem (Aeropress): eles partem a cada meia horas, desde às 6 da manhã à meia-noite e têm ligação com o metrô. O ticket pode ser comprado na hora ou com antecedência, pela internet: https://aeroexpress.ru/#

  • Do Demodedovo, são 45 minutos e a viagem termina na estação Pavelétsky.
  • Do Sheremetyevo, são 35 minutos e a viagem termina na estação Byelorúsky.
  • Do Vnúkovo, são 40 minutos e a viagem termina na estação Kíevsky.

A viagem de trem até o centro de Moscou custa 320 rublos, aproximadamente, 18 reais.

O aeroexpress, Moscou
O aeroexpress: rápido e confortável

De ônibus: eles são uma outra opção. Os ônibus circulam de 6 à meia-noite, com partidas a cada 15 minutos. Mas, como o trânsito em Moscou não é dos melhores, existem os atrasos. O ticket custa 120 rublos, aproximadamente, 7 reais.

De táxi: eles podem ser agendados, desde já, no site do aeroporto http://www.domodedovo.ru/passengers/transport/taxi/ ou num dos balcões de informação no próprio aeroporto.

A minha dica: quando reservar o hotel, peça, também, o transfer. Eles costumam ser mais baratos que os táxis. Do Demodedovo para a Praça Vermelha, por exemplo, ele custa em torno de 1600 rublos, aproximadamente, 90 reais.

Transporte Urbano

Para se locomover, nas cidades, a sugestão é o UBER. Bom, confiável, fácil de usar (você nem precisa falar com o motorista, que geralmente, só fala russo) e barato. Você escolhe entre pagar à vista ou no cartão de crédito.

Os hotéis

A Rússia oferece bons hotéis e não fica nada a dever às metrópoles espalhadas pelo planeta. A essa altura, eles devem estar com grande parte dos apartamentos reservada. Mas, vale a pena correr para uma agência e fazer a sua reserva. A minha dica é consultar a Flytour, que sempre oferece ótimas sugestões e preços.

Os jogos da Copa do Mundo na Rússia vão acontecer em 12 estádios de 11 cidades:

Moscou

Esta é a capital e a maior cidade do país, com várias opções de lazer – mais de 80 museus, mais de 150 teatros, monumentos e inúmeros pontos turísticos. Para saber mais sobre Moscou (passeios, gastronomia, artesanato etc.) clique aqui. Mas, adianto que você não pode voltar de lá sem ter visto a Praça Vermelha, o Kremlin, o Mausoléu de Lênin, o Bolshoi,Galeria Tretyakov e o Shopping Gum.

Copa_do_Mundo_São_Basílio
São Basílio: coração da cidade

Em Moscou, os jogos vão acontecer em 2 estádios:

O Luzhniki Arena, inaugurado em julho de 1956, tem capacidade para 84.745 torcedores. Ele sediou os jogos olímpicos de verão e era o estádio onde a seleção de futebol da URSS treinava. Ficou marcado pelo mascote Misha, o ursinho que “chorou”, na cerimônia de encerramento dos jogos.

Copa do Mundo: Luzhniki Stadium em Moscou.
Luzhniki Stadium, pronto para a Copa do Mundo, em Moscou. Foto: Wikipedia

Nesse estádio, acontecerão a abertura e o encerramento da Copa do Mundo, além de 5 jogos – uma semifinal, uma oitava de final e mais três jogos da fase de grupos. Para chegar ao estádio de metrô, a estação é a Luzhniki. Da Praça Vermelha até lá, dá uns 45 minutos. De carro, é mais rápido: em torno de 20 minutos.

  • 14/06 – 18h – Rússia X Arábia Saudita
  • 17/06 – 18h – Alemana X México
  • 20/06 – 15h – Portugal X Marrocos
  • 26/06 – 17h – Dinamarca X França

O Spartak Arena é o outro estádio em Moscou. Ele foi inaugurado em 2014 e tem capacidade para receber pouco mais de 44 mil torcedores. O Spartak é vermelho e branco, mas quando a seleção russa joga, ele muda de cor. Para ele, estão programadas quatro partidas da fase de grupos e uma das oitavas de final.

  • 16/06 – 16h – Argentina X Islândia
  • 19/06 – 18h – Polônia X Senegal
  • 23/06 – 15h – Bélgica X Tunísia
  • 27/06 – 21h – Sérvia X Brasil
Copa do Mundo no Spartak Arena, em Moscou.
Spartak Arena, em Moscou. Foto: Wikipedia

Saint Petersburg

Esta é a segunda maior cidade do país e uma das mais lindas do mundo. Fundada por Pedro, o Grande, em 1702, ela é considerada a mais ocidentalizada da Rússia. Tem pouco mais de 5 milhões de habitantes e é considerada a capital cultural do país, com uma infinidade de opções de lazer. O centro histórico da cidade é Patrimônio Mundial pela UNESCO. Tente passar o maior número de dias na cidade e não saia de lá sem visitar o Hermitage, a Igreja do Sangue Derramado, Fortaleza de Pedro e Paulo, Catedral de Santo Isaac (o interior mais bonito de todas) e Peterhof.

Nevskiy Prospekt, via principal da cidade de Saint Petersburg
Nevskiy Prospekt, via principal da cidade de Saint Petersburg
copa do Mundo: dá tempo de visitar a Igreja do Santo Sangue ou da Ressurreição, em Saint Petersburg
Igreja do Santo Sangue ou da Ressurreição, em Saint Petersburg
copa-do-mundo-Palácio-de-Inverno
O Palácio de Inverno serviu de residência para czares e, na Revolução de 1917, foi a casa dos Bolcheviques.

O Arena Zenit, localizado em Saint Petersburg, é uma das sedes mais importantes da Copa do Mundo e tem capacidade para receber quase 70 mil torcedores. Para ele, estão programados 4 jogos, 1 jogo das oitavas, uma das semifinais e o terceiro lugar.

  • 15/06 – 18h – Marrocos X Iran
  • 19/06 – 21h – Rússia X Egito
  • 22/06 – 15h – Brasil X Costa Rica
  • 26/06 – 21h – Nigéria X Argentina
Copa-do-mundo-Arena-Zenit-em-Saint-Petersburg.
Arena Zenit, em Saint Petersburg. Foto: Wikipedia

Sochi

Localizada no sudoeste do país, próxima às montanhas do Cáucaso e às margens do Mar Negro, Sochi é a cidade onde aconteceu a Olimpíada de Inverno de 2014. É considerada um spa e uma das opções de lazer, na cidade, é a praia. Sochi está situada ao longo de 140 km da costa. É a cidade mais longa da Europa e tem como pano de fundo, as montanhas do Cáucaso.  Trata-se de um dos destinos turísticos mais populares da Rússia. As florestas que cercam a cidade são considerada Patrimônio Mundial da UNESCO.

A linda cidade de Sochi vai receber os jogos da Copa do Mundo
A linda cidade de Sochi vai receber os jogos da Copa do Mundo

O Fisht Stadium, em Sochi, foi inaugurado em 2013. Esse estádio tem estrutura moderna e a sua capacidade é para 47 mil torcedores. Para ele, estão marcados uma quarta de final, uma oitava e 4 jogos.

  • 15/06 – 21h – Portugal X Espanha
  • 18/06 – 18h – Bélgica X Panamá
  • 23/06 – 21h – Alemanha X Suécia
  • 26/06 – 17h – Austrália X Peru
Fisht-o-estádio-para-a-Copa-do-Mundo-na-Rússia-em-Sochi
Fisht, o estádio para a Copa do Mundo na Rússia, em Sochi. Foto: Wikipedia

Ekaterimburg

Esta é a cidade mais oriental da Copa do Mundo. Tem mais de 1 milhão de habitantes e é a quarta maior cidade da Rússia. É lá que fica um monastério construído em homenagem à família Romanov, o Ganina Yama. É, também a terra de Boris Ieltzin. A sua localização é na fronteira da Europa com a Ásia e está ao pé dos Montes Urais.

A cidade foi fundada por um decreto de Pedro I, o Grande, e tem mais de 1 milhão de habitantes. Ekaterinburg é uma cidade moderna, com infraestrutura para o turismo. O metrô é excelente. A cidade é um dos centros mais famosos para as artes e tem o terceiro maior número de missões diplomáticas no país – depois de Moscou e Saint Petersburg.

Ekatirinburg e o centro da cidade.
Ekatirinburg e o centro da cidade.

O Ekaterinburg Arena, casa do FC Ural, foi inaugurado em 1935, mas passou por uma reforma especialmente para a Copa do Mundo na Rússia. Ele tem capacidade para pouco mais de 35 mil pessoas e receberá 4 jogos da fase de grupos:

  • 15/06 – 17h – Egito X Uruguai
  • 21/06 – 20h – França X Peru
  • 24/06 – 20h – Japão X Senegal
  • 27/06 – 19h – México X Suécia
Ekatirinburg e o centro da cidade
Ekatirinburg Arena e o centro da cidade. Foto: Wikipedia

Kaliningrado

Esta é a única sede da Copa do Mundo que não fica no território russo. É a terra do filósofo Kant e a capital da província russa, entre a Polônia e a Lituânia, que tem o mesmo nome e fica às margens do Mar Báltico. Seu nome atual é uma homenagem ao  revolucionário bolchevique Mikhail Kalinin. A região é conhecida, desde a antiguidade, como principal fonte de âmbar na Europa, com 90% dos depósitos de âmbar do mundo. A indústria de âmbar ainda é um negócio importante na cidade e atrai milhares de visitantes todos os anos.

Fundada no século 13 e anteriormente conhecida como Königsberg, a capital da Prússia Oriental, Kaliningrado, é o lar de mais de 450 mil pessoas e um importante porto e porta de entrada para a Europa. Sua catedral do século 14 é um orgulho  e símbolo de paz e reconciliação, uma vez que abriga duas capelas: um ortodoxa e outra protestante.

copa do mundo: Catedral de Kaliningrado
Catedral de Kaliningrado. Foto: Google Maps

O Kaliningrad Stadium foi construído, especialmente, para a Copa do Mundo. A Fifa justificou a escolha da cidade para incentivar o desenvolvimento da região. Sua capacidade é de mais de 35 mil torcedores e para ele estão programados de quatro jogos da fase de grupos.

  • 16/06 – 21h – Croácia X Nigéria
  • 22/06 – 20h – Sérvia X Suíça
  • 25/06 – 20h – Espanha X Marrocos
  • 28/06 – 20h – Inglaterra X Bélgica
O Kaliningrado Stadium
O Kaliningrado Stadium. Foto: The Stadium Guide

Níjni Novgorod

A cidade tem mais de 1 milhão de habitantes. De 1932 a 1991, foi chamada de Gorki. Lá, aconteciam pesquisas secretas de armas nucleares e os forasteiros não eram bem-vindos. Foi escolhida para o exílio de Andrei Sakharov, físico russo, Prêmio Nobel da Paz, em 1975. Trata-se de uma das mais bonitas e tradicionais cidades russas, famosa pela feira anual de negócios. O seu kremlin, do século 16, está situado nas colinas e proporciona uma linda vista do rio Volga. Nizhny Novgorod é uma das 100 cidades do mundo, incluídas na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

copa- do mundo - Nijni Novgorod, no inverno
Nijni Novgorod, no inverno. Foto: Russiatrek

O Nizhny Novgorod Stadium foi especialmente construído para a Copa do Mundo e tem capacidade para mais de 44 mil torcedores. Depois da Copa, será a casa do Olympiets Nizhny Novgorod. Para ele estão programados uma oitava de final, quatro jogos e um duelo das quartas.

  • 18/06 – 15h – Suíça X Korea
  • 21/06 – 21h – Argentina X Croácia
  • 24/06 – 15h – Inglaterra X Panamá
  • 26/06 – 21h – Suíça X Costa Rica
Nijni Novgorod Stadium
Nijni Novgorod Stadium. Foto: Fifa

Samara

Esta é a capital da região de Samara e tem mais de 1 milhão de habitantes. É famosa pelo centro aeroespacial da Rússia. Durante a Segunda Guerra Mundial, Samara se tornou uma “segunda capital” do país, já que todos os departamentos governamentais e corpos diplomáticos foram evacuados de Moscou.

Os locais de interesse para os visitantes incluem o enorme bunker de Stalin, com 37 metros de profundidade e a reserva natural, Zhigulevskie Hills, no Rio Volga. Um ícone da cidade é um monumento de 68 metros de altura e 20 toneladas do foguete Soyuz, construído para comemorar o voo espacial de Gagarin.

Museu e Centro de Exposições “Samara in Space” e o foguete “Soyuz”.
Museu e Centro de Exposições “Samara in Space” e o foguete “Soyuz”.

O Samara Arena tem design especial e vem sendo construído para a Copa do Mundo, desde 2014. Sua capacidade é para mais de 44 mil torcedores e abrigará 4 jogos, uma oitava de final e uma quarta.

  • 17/06 – 16h – Costa Rica X Sérvia
  • 21/06 – 16h – Dinamarca X Austrália
  • 25/06 – 18h – Uruguai X Rússia
  • 28/06 – 18h – Senegal X Colômbia
Samara Stadium - quase um disco voador
Samara Stadium – quase um disco voador – Foto: http://stadiumdb.com

Kazan

Esta é uma cidade cheia de história e lindos pontos turísticos, como o Kremlin de Kazan, do século 16 e considerado pela Unesco, Patrimônio Mundial. Trata-se de uma das mais antigas cidade russas, tendo completado 1000 anos em 2005. É, também, uma cidade vibrante, graças à presença de 30 universidades russas, com mais de 180 mil estudantes. Em Kazan, a diversidade fica por conta de mais de 100 nacionalidades presentes na cidade, o que proporciona tolerância e compreensão.

kazan - a cidade russa com mais de mil anos, jovem e tolerante
kazan – a cidade russa com mais de mil anos, jovem e tolerante. Foto divulgação

O Kazan Arena é a casa do Rubin Kazan. Sua capacidade é para quase 45 mil torcedores e para ele estão programados uma quarta de final, uma oitava e quatro jogos.

  • 16/06 – 13h – França X Austrália
  • 20/06 – 21h – Irã X Espanha
  • 24/06 – 21h – Polônia X Colômbia
  • 27/06 – 17h – Korea X Alemanha
Kazan Arena
Kazan Arena. Foto: Fifa

Volgogrado

Fundada em 1589 com o nome de Tsaritsin, passou a se chamar Stalingrado depois do XIV Congresso do Partido Comunista, para homenagear Stalin. Com o processo de desestalinização, em 1961, a cidade passou a se chamar Volgogrado. Trata-se de um grande centro industrial russo, especializado na construção naval, de veículos, na produção de petróleo, alumínio e aço. Tem pouco mais de 1 milhão de habitantes

Em Volgogrado e nos arredores, aconteceu uma das mais importantes e definitivas batalhas, durante a Segunda Guerra Mundial: a Batalha de Stalingrado. Uma estátua de 85 metros da “Pátria Mãe” é o marco de Volgogrado e pode ser vista de qualquer ponto da cidade.

Estátua da Pátria Mãe é símbolo da vitória soviética em Stalingrado
Estátua da Pátria Mãe é símbolo da vitória soviética em Stalingrado. Foto Reuters/Maxim Shemetov

Volgograd Arena é um estádio especialmente construído para a Copa do Mundo. Tem capacidade para 45 mil torcedores e abrigará 4 jogos da fase de grupos.

  • 18/06 – 21h – Tunísia X Inglaterra
  • 22/06 – 18h – Nigéria X Islândia
  • 25/06 – 17h – Arábia Saudita X Egito
  • 28/06 – 17h – Japão X Polônia
Volgograd Arena.
Volgograd Arena correndo para ficar pronto até a Copa do Mundo. Foto: REUTERS/Maxim Shemetov

Saransk

Esta é a capital da Mordóvia e fica a 630 quilômetros de Moscou. Uma das principais atrações da cidade é a igreja ortodoxa em homenagem a Fyodor Ushakov, comandante da marinha russa que foi canonizado pela igreja ortodoxa. Esta é uma das cidades mais agradáveis do país. Saransk é reconhecida pela proteção a línguas e culturas dos grupos étnicos Moksha e Erzya, que habitaram a região por muitos séculos. Em Saransk, acontecem os festivais etnográficos e folclóricos, que visam preservar a identidade nacional, a cultura e os costumes.

Saransk, na Rússia, berço das tradições. Foto: Wikipedia
Saransk, berço das tradições. Foto: Wikipedia

As obras do Mordovia Arena começaram em 2010 e o estádio terá capacidade para receber perto de 44 mil torcedores. Mas, isso é durante a Copa do Mundo. Assim que terminar, o estádio será desmontado e a sua capacidade será de apenas, 25 mil torcedores. Para ele, estão programados 4 jogos da fase de grupos.

  • 16/06 – 19h – Peru X Dinamarca
  • 19/06 – 15h – Colômbia X Japão
  • 25/06 – 21h – Irã X Portugal
  • 28/06 – 21h – Panamá X Tunísia
Mordovia Arena - Saransk Stadium.
Mordovia Arena – Saransk Stadium. Foto: The Stadium Guide

Rostov-on-Don

Fundada em 1749, Rostov-on-Don fica no sul do país e tem pouco mais de 1 milhão de habitantes. Fica a mil quilômetros de Moscou e é um importante centro cultural do sul da Rússia. Rostov-on-Don é considerada a cidade dos 5 mares: o de Azov, o Negro, o Cáspio, o Báltico e o Branco. A aldeia de “Starocherkasskaya”, localizada a 27 quilômetros de Rostov-on-Don, é a antiga capital dos cossacos. Hoje, é uma das principais atrações turísticas da região. O Rio Don proporciona à cidade praias pitorescas.

Perto de Rostov-on-Don fica também a cidade de Taganrog, fundada por Pedro, o Grande, onde está a casa onde nasceu e cresceu o escritor russo, Anton Chekhov.

A vibrante cidade Rostov on Don. Foto Russia Trek
A vibrante cidade Rostov on Don. Foto: Russia Trek

O Rostov Arena está localizado numa região turística da cidade e tem capacidade para pouco mais de 45 mil torcedores. Para ele, estão programados 4 jogos da fase de grupos e um de oitavas de final. Depois da Copa do Mundo, o estádio será a casa do Rostov, time da cidade.

  • 17/06 – 21h – Brasil X Suíça
  • 20/06 – 18h – Uruguai X Arábia Saudita
  • 23/06 – 18h – Korea X México
  • 26/06 – 21h – Islândia X Croácia
Rostov-on-Don Arena.
Rostov-on-Don Arena. Foto: Fifa

De acordo com a programação dos jogos, os torcedores que quiserem acompanhar os jogos do Brasil, deverão seguir o seguinte roteiro: 17/06 – Rostov-on-Don / 22/06 – Saint Petersburg / 27/06 – Moscou.

De Rostov-on-Don para Saint Petersburg, são três voos por dia, com duração de 2h40.

De Saint Petersburg para Moscou, a melhor forma de viajar é de trem, que sai a cada hora, com durações e preços diferentes. Os mais rápidos fazem a viagem em menos de 4 horas e a passagem custa em torno de 130 dólares. Mas, durante o período da Copa do Mundo, o torcedor que tiver o ingresso para um jogo, pode viajar de graça. Mas, tem que fazer a reserva. Outra coisa: vai poder visitar a Nova Tretyakov (a melhor coleção de arte de Moscou) mostrando, apenas, o ID.

Mais sobre Moscou, você pode saber aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

E boa viagem!

13 comentários em “Copa do Mundo na Rússia”

  1. Sonia que estupenda info!! Yo hoy me enteré que el tema que lleva Uruguay será candombe cantado x Natalia Oreiro en español, inglés y ruso??‍♀️

  2. Eu estarei lá! Ótimas dicas… um super beijoooo

  3. excelente Sonia!! Ja mandei para um amigo que irá. bjs

    1. Muito obrigada, Paulo!
      Grande abraço pra vc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + dezessete =