Cruzador_Aurora

Cruzador Aurora: uma lenda russa

Entre tantos monumentos espalhados pelas ruas de São Petersburgo, está o festejado Cruzador Aurora – um navio com história e participação importante na vida do país. Saiba, nesse post, por que o Cruzador Aurora é tão importante e por que você precisa conhecê-lo se for visitar a cidade de Pedro, o Grande.

Cruzador_Aurora
O Cruzador Aurora – nome em homenagem à deusa do amanhecer na mitologia romana

Cruzador Aurora: a visita

O Cruzador Aurora, um dos símbolos da Revolução de outubro de 1917, é considerado patrimônio histórico de São Petersburgo. Construído em 1900, depois de uma longa história, ele se transformou em museu e está ancorado às margens do Rio Neva, onde já recebeu mais de 30 milhões de visitantes, desde 1924, quando um livro de visitas teve início.

Cruzador_Aurora
O Cruzador Aurora, nas imediações da Fortaleza de Pedro e Paulo

Peso e medidas

O Cruzador Aurora pesa quase 6 mil toneladas, tem 126 metros de comprimento e 16.7 metros de largura.  Sua velocidade é de 19,2 nós, e seu alcance máximo, 4000 milhas náuticas. A tripulação era formada por 570 pessoas, incluindo 20 oficiais, e carregava 42 armas de quatro calibres diferentes.

Cruzador Aurora
O navio chama a atenção de gente de todas as idades

História

Apesar de ter participado de três guerras – as duas guerras mundiais e a Guerra Russo-Japonesa, o Cruzador Aurora é lembrado por ter tido uma participação importante na Revolução Bolchevique: em 25 de outubro, às 10 da noite, tiros vindos do navio deram o sinal para que os bolcheviques invadissem o Palácio de Inverno, residência do czar. Com a invasão, Vladmir Lênin assumiu o governo.

Cruzador Aurora
Cruzador Aurora, uma relíquia russa

Os marinheiros do Cruzador Aurora apoiaram a revolução e, por algum tempo, um comitê revolucionário funcionou dentro do navio.

Cruzador Aurora
Um desses canhões deu o tiro que foi o sinal para a invasão
O Palácio de Inverno
O Palácio de Inverno, residência imperial

O Museu

Antes de se tornar um museu, em 1948, o Aurora funcionou como base de treinamento para futuros oficiais. Em 1956, ele se tornou uma filial do Museu Naval Central. De lá pra cá, a fama do Cruzador Aurora só aumentou: o navio foi tema de filme, desenho animado, documentários, várias músicas foram feitas em sua homenagem, foi retratado em selos nacionais e estrangeiros e moedas comemorativas foram cunhadas com a imagem dele. O Cruzador Aurora é um dos museus mais visitados pela população e pelos turistas. Há filas para a compra de ingresso, mas nada que desanime o visitante.

Cruzador Aurora
Uma fila permanente na entrada do museu não chega a assustar

Exposição

Fotos, quadros, móveis, mapas, objetos e documentos referentes ao Cruzador Aurora e à tripulação estão espalhados pelos cômodos do navio, além de referências das guerras das quais o navio participou. A exposição apresenta, também, materiais de construção naval nacional, o design e a construção de outros cruzadores e cópias holográficas dos modelos de navios.

Cruzador Aurora
um dos móveis do comitê revolucionário
Cruzador Aurora
um aparelho de radiotelegrafia lembrou o meu pai
Cruzador Aurora
No museu, a Revolução de 1017 está em destaque
Cruzador Aurora
Guerras e batalhas estão registras em quadros que cobrem as paredes do navio
Cruzador Aurora
Na maquete no Cruzador Aurora, dá para ver detalhes do navio

O destino do Cruzador Aurora

Há algum tempo, existe um movimento dos deputados russos para devolver o Cruzador Aurora à frota russa. Já se falou em restaurá-lo na sua forma original, com caldeiras a vapor, ou em condições modernas. Já foi proposto ao Presidente Putin que ele fosse restaurado e transformado em um navio presidencial. Mas, até hoje, nada foi feito nesse sentido. Por via das dúvidas, o melhor é visitar logo o Cruzador Aurora, antes de ele voltar às atividades marítimas.

Cruzador Aurora
A vista ao Cruzador Aurora dura em torno de uma hora, de acordo com o interesse do visitante
Cruzador Aurora
Um dos muitos botes espalhados pelo convés do navio
Cruzador Aurora
As balas utilizadas nos canhões do navio

Para visitar o Cruzador Aurora:

Endereço: Petrogradskaya Embankment, São Petersburgo

Metrô: Gorkovskaya e Ploshchad Lenina são as estações de metrô mais próximas.

Valor do ingresso: 400 rublos – aproximadamente, 22 reais.

www.aurora.org.ru

18 comentários sobre “Cruzador Aurora: uma lenda russa”

    1. Vai, sim, Rodrigo!!!!Programe-se!!!
      Beijão,
      sonia

  1. Sempre viajo nos seus posts, muito bom 👏👏👏👏

    1. Obrigada, Fabiana! Saber disso me deixa muito feliz!
      Beijão!
      sonia.

    1. sim e bem bonito, também!
      Obrigada, Claudia!
      sonia.

  2. Interessante essa matéria.
    Parabéns e sucesso !

  3. Mais um belo registro da história russa que nos convida a visitar esse país. Parabéns pelo blog.

    1. Obrigada, Dilson!!! A Rússia é um país incrível, mesmo, assim como a sua história!
      Obrigada pela visita!!!
      Grande abraço!

  4. Amei a história… sucesso Sonia nas suas descobertas.

    1. Obrigada, Patrícia!!
      Beijo grande!
      sonia.

  5. Vc escreve muito bem.
    Ao ler seus textos temos uma ótima noção dos lugares…
    Fantástico !
    Parabéns!

    1. Obrigada, Luciana! Pelas palavras e pela visita!
      Beijo grande!
      sonia

    1. Nairson, que bom que gostou! E muito obrigada pela visita!
      Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *