Dover Castle

Dover – Descubra essa cidade ao sul da Inglaterra

Famosa pelos seus white cliffs, as falésias brancas que decoram a sua costa, Dover é uma cidadezinha típica inglesa, localizada em Kent, sudeste da Inglaterra. Ponto mais próximo, geograficamente, do continente europeu, às margens do Canal da Mancha, era ali que se pegava o barco para chegar à França, quando estive lá a primeira vez. Com o Eurotúnel, essa referência deixou de ser a mais importante. 

Mapa do Canal da Mancha
Mapa do Canal da Mancha

Dover: só uma passagem?

Diariamente, centenas de barcos, catamarãs, ferries e hidrofólios deixam o seu porto e fazem a travessia para as cidades de Calais, Dunkerk e Bologne, na França, e Ostand, na Bélgica. Trata-se de um dos portos mais movimentados do mundo, em termos de passageiros, mesmo com o Eurotúnel. Seu funcionamento é de 24 horas por dia e calcula-se que mais de 13 milhões de pessoas passem por lá, todos os anos, para atravessar o Canal da Mancha. Fosse esse pessoal mais esperto, não apenas passaria por Dover, mas permaneceria na cidade, pelo menos, 2 dias, para explorá-la como merece.

Siga nosso perfil no Instagram: https://www.instagram.com/existe_um_lugar/

As famosas falésias

São 34 mil habitantes e uma economia baseada no porto. Suas falésias são formadas de conchas e criaturas marinhas que viviam na superfície da água e foram sedimentadas há mais de 80 milhões de anos. Elas – as falésias – ficaram famosas durante a Segunda Guerra Mundial, quando a cantora Vera Lynn evidenciou-as com a sua música “Blue Birds over the White Cliffs of Dover”, que dizia que eram a primeira coisa a ser vista por amigos e inimigos quando se aproximavam da costa inglesa.

Falésias: marca registrada dessa região da Inglaterra
Falésias: marca registrada dessa região da Inglaterra

Pródiga em histórias pitorescas, com personagens famosos, foi lá que Louis Bleriot aterrissou com seu avião, depois de voar pelo canal da Mancha, vindo da França. Como foi o primeiro homem a realizar tal façanha, um memorial, atrás do Castelo de Dover, lembra o feito. 

O registro da façanha
O registro da façanha
Uma placa registra o feito de Louis Blériot

No Jardim da Inglaterra

A cidade é pequena, cheia de recantos, parques particulares, praças, bosques, casas encantadoras, que parecem saídas dos contos de fadas. Kent é uma região conhecida como o “Jardim da Inglaterra” e seus moradores, para fazerem valer a fama que se espalhou pelo mundo, plantam, principalmente, rosas nos seus jardins e quintais.

Jardins floridos da região de Kent, na Inglaterra
Jardins floridos da região de Kent, na Inglaterra

Além dos lindos parques que, na primavera, extrapolam a parcela de beleza a que têm direito, Dover exibe igrejas de quase mil anos, construções centenárias, ruelas bucólicas e monumentos que contam a história daquele pedacinho da Inglaterra. Obviamente, os romanos passaram por ali, assim como os vikings, e está tudo registrado. 

Uma rua em Dover - UK
Uma rua em Dover – UK

Dover Castle

Mas o que Dover tem de mais surpreendente é o seu castelo. Pairando, majestoso, acima das falésias que cercam o litoral sul da Inglaterra, vigiando o seu porto e observando, com vantagem, quem se aproxima, o Dover Castle é um verdadeiro guardião do Reino Unido, a primeira construção vista de longe por quem chega pelo mar, cuja história empresta à cidade uma importância única, na região.

Dover Castle guardião do Reino Unido
Dover Castle, guardião do Reino Unido
Porto de Dover visto do alto
Porto de Dover visto do alto

O início

A construção do castelo começou em 1066, mas, grande parte do que se pode ver, hoje, é do século XII, época de Henry II. Uma enorme e grossa muralha cerca o castelo, com 14 torres distribuídas. Sua beleza inspirou diversos castelos construídos depois dele, inclusive o Castelo de Windsor.

Uma das duas entradas do Dover Castle
Uma das duas entradas do Dover Castle
Outro ângulo do lindo castelo
Outro ângulo do lindo castelo

A história do castelo

Por estar numa posição estratégica, o maior castelo da Grã-Bretanha foi e é mais um quartel do que uma residência real, mais histórico do que romântico, mais importante do que famoso. Tanto é que pouca gente sabe que Dover é muito mais do que uma via de passagem. Sua história começa muito antes, como comprova o farol construído pelos romanos no século I d.C.

Farol do porto de Dover
Farol do porto de Dover

Preciosidades

Depois, os anglo-saxões contribuíram com a cidade fortificada, onde fica a igrejinha St. Mary-in-Castro. Em 1180, Henry II construiu o mais monumental edifício do castelo: a torre central, por onde toda visita deve ser iniciada. Mas existem outras construções que devem ser visitadas, o que pode levar um dia inteiro do turista: torres, capelas, portões, museus, salas, canhões, tudo da forma mais aproximada do que foi, um dia.

a torre central do Dover Castle
A torre central do Dover Castle
St. Mary-in-Castro
St. Mary-in-Castro
uma das capelas do Dover Castle
uma das capelas do Dover Castle

Segunda Guerra Mundial

O Dover Castle teve um papel importante na Segunda Guerra Mundial. Por trás das suas muralhas, ficava o posto avançado da inteligência aliada, onde Churchill manteve um escritório numa construção vitoriana, conhecida como The Officer´s Mess, com vista para o porto e a cidade. Hoje, ao visitar o castelo, podemos ter acesso aos 4 andares do hospital que ficava no subsolo.

Hospital do Dover Castle
Uma placa indica a entrada do hospital

O que há para ver no hospital

Antes de entrar, os visitantes assistem obrigatoriamente a um filme explicativo que, no final, pede aos mais emotivos e cardíacos que desistam da visita, por se tratar de uma experiência, realmente, forte. Durante o trajeto, passa-se pelas salas de cirurgias, pronto-socorro e demais dependências, com todo o clima da época da guerra: por cima das macas, sangue, curativos, bisturis e outros instrumentos.

Uma das salas do hospital
Uma das salas do hospital

Super produção

O áudio reproduz as bombas caindo, aviões executando voos rasantes. Os feridos, médicos e enfermeiras gritando. No ar, o cheiro de queimado. Tudo muito real e emocionante. No museu, estão disponíveis para o público, a estação de telecomunicação e como ela funcionava na época da guerra, com todos os ruídos característicos; a sala de operações aéreas, com mapas e estratégias desenhadas em grande escala; túneis secretos, escritórios e salas de reuniões.

Cozinha do hospital do Dover Castle
Cozinha do hospital do Dover Castle
Quarto do hospital do Dover Castle
Quarto do hospital do Dover Castle
centro de comando
centro de comando
sala de comunicação
Sala de comunicação

Dover Castle para crianças

Ao contrário do que se pensa, as crianças se divertem quando visitam o castelo. Numa área interativa dedicada à espionagem, toda computadorizada, elas podem descobrir os segredos de James Bond. Ou saber como a espionagem funcionava durante a guerra, os códigos, os agentes e os instrumentos e disfarces que usavam. Adultos também se divertem. A vista ao castelo é inesquecível.

Para visitar o Dover Castle:

Adultos: 10,65 libras

Crianças: 6,40 libras

Família (2 adultos e 3 crianças): 27,70 libras

Mas, antes de ir, faça a sua reserva.

14 comentários em “Dover – Descubra essa cidade ao sul da Inglaterra”

    1. Que bom! Fico feliz com isso!
      Obrigada e um grande abraço,
      sonia.

  1. Que linda essa cidade. Ainda não tinha ouvido falar. Acho lindas essas construções históricas. Fiquei com vontade de conhecer. Parabéns pelo post.

    1. Juliette, Dover é uma surpresa pra quem visita.
      Esse castelo é apenas a cereja do bolo. Há muito o que ver na cidade.
      Obrigada pela visita!
      Grande abraço.

  2. Que interesse o contexto de Dover, eu desconhecia totalmente. As falésias são maravilhosas e Dover é encantadora. Gostei muito de conhecer o Dover Castle e toda a sua adaptação durante a 2a guerra. Sem dúvida um destino incrível para viajar em família também! Adorei seu texto e dicas de “Dover – Descubra essa cidade ao sul da Inglaterra”.

    1. Muito obrigada, Dayse!
      Fico muito feliz que você gostou!
      Um grande abraço.

  3. Ta aí um lugar que quero visitar quando eu for a Inglaterra. adorei seu post sobre dover, essas fotos sao lindas me senti num filme. Quanta história por tras dessa cidade. 🙂

    1. Mairim,
      Acho que vale a pena dar um pulinho em Dover, que nem é tão longe de Londres e esse castelo é uma visita imprescindível para quem gosta de história. Acho que você vai curtir.
      Grande abraço.

  4. Adorei saber tudo sobre Dover através desse post! Achei incrível essa cidade ao sul da Inglaterra!

    1. Ângela,
      Dover é uma belíssima surpresa ao sul da Inglaterra. Quem vai costuma se encantar com o que encontra.
      Grande abraço!

  5. Pela belíssima foto do blog, dá bem para perceber porque são tão famosas as falésias de conchas brancas. São magníficas e bem visíveis para encantar quem chega! Outras tantas preciosidades mostradas deste lugar! E mt legal as crianças se divertindo no museu!

    1. Tamara,
      Se eu tivesse filhos, adoraria mostrar tudo isso pra eles.
      As crianças curtem e aproveitam muito essas visitas. Já viajei com meus sobrinhos e a experiência foi fantástica!
      Obrigada pela visita.
      Grande abraço.

  6. Nossa eu nunca tinha ouvido falar em Dover. Adorei as dicas e com certeza quero visitar essa cidade da próxima vez que visitar a Inglaterra. Deve ser muito interessante ver a história da Guerra Mundial assim de perto. Boa dica!

    1. Diego, Dover é uma cidade linda e tem outros atrativos, também.
      Não deixe de visitá-la na próxima viagem à Inglaterra.
      Obrigada pela visita e um grande abraço pra você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 9 =