Lagoa dos Tambaquis

Lagoa dos Tambaquis: o paraíso estanciano

A Lagoa dos Tambaquis é mais uma opção de passeio para quem visita Sergipe. Trata-se de uma lagoa que nasceu com a água da chuva e os moradores da redondeza se encarregaram de habitá-la com tambaquis – que são uns peixes de água doce e cara feia – com o objetivo de manter a lagoa limpa, sem caramujos, livre da esquistossomose. A lagoa, que já se chamou Lagoa Azul, começou a ser chamada de Lagoa dos Tambaquis, por causa dos peixinhos.

Praia_do_Saco_Lagoa_dos_tambaquis
João Miguel alimenta os tambaquis

Lagoa dos Tambaquis: como chegar lá

Em Aracaju, depois de percorrer toda a Avenida Sarney, segue-se pela Rodovia Ayrton Senna. A Lagoa dos Tambaquis fica no caminho de quem vai à Praia do Saco. A rodovia, com coqueirais e dunas dos dois lados, é bem sinalizada e não tem como errar o caminho. Antes de chegar à Praia do Saco, mais precisamente no número 1144 da Avenida Ayrton Senna, fica o Restaurante Tempero Baiano da Lagoa Dourada dos Tambaquis, o melhor ponto para melhor observar os peixinhos.

Siga nosso perfil no Instagram: https://www.instagram.com/existe_um_lugar/

Praia_do_Saco
Os coqueirais margeiam a rodovia até o nosso destino.
Praia do Saco
Na entrada, o tambaqui chama a atenção de quem chega
Praia_do_Saco_Lagoa_dos_tambaquis
A lagoa e alguns dos seus muitos tambaquis

De assustador, só a cara dos bichinhos. Na verdade, eles são dóceis e têm uma carne saborosa. E de tão mansos, vêm comer na nossa mão. Na lagoa, já foram colocados em torno de cinco mil tambaquis. Mas, muitos já foram pescados ou morreram quando a lagoa, por falta de chuva, baixou muito o seu nível.

Tempero Baiano da Lagoa Dourada

Inaugurado há três anos, o restaurante Tempero Baiano de Lagoa Dourada está estruturado para receber os visitantes. Este não é o único restaurante da região com acesso à lagoa. São vários restaurantes, um vizinho ao outro. Mas, o Lagoa Dourada foi o nosso escolhido, por oferecer uma boa estrutura, além de outras qualidades indispensáveis, pelo menos, para nós: sossego, banheiros permanentemente limpos e um cardápio caprichado.

Praia do Saco
O fundo do restaurante é o acesso para a lagoa
Praia do Saco - lagoa dos Tambaquis
Quem preferir, pode se acomodar numa das mesas dentro da lagoa
Praia do Saco - lagoa dos Tambaquis
sombra e água fresca, quem não gosta?
Praia do Saco - lagoa dos Tambaquis
Barraquinhas com cobertura de palha… que delícia!

Estrutura

O restaurante dispõe de mesas e cadeiras dentro e fora da lagoa, e já tem um espaço programado para o redário. São ambientes muito agradáveis – a maioria na sombra – onde a gente esquece da vida. Paula Marinho, a proprietária, prima pelo ótimo atendimento e o resultado é a fidelização dos clientes.

Praia do Saco - lagoa dos Tambaquis
Na parte de cima, a estrutura segue o estilo rústico
Praia_do_Saco_Lagoa_dos_tambaquis
O espaço é propício a festas e confraternizações
Praia_do_Saco_Lagoa_dos_tambaquis
Propício também ao ócio
Lagoa dos Tambaquis
Espaço é o que não falta – para estacionamento e para realizar eventos

Cardápio

A moqueca de robalo ou de peixe, de ostra, de aratu e a mariscada são de comer rezando. Mas o cardápio, sob a responsabilidade do chef Jorge Marinho vai além: feijoada, galinha de capoeira, carne do sol, camarão alho e óleo, aratu, caranguejo, ostra, pilombeta, rabada e outras delícias regionais tornam os clientes fieis e assíduos frequentadores. Em breve, o cardápio contará com filé à parmegiana e outros pratos à base de carne, para agradar a absolutamente todos os clientes.

Praia_do_Saco_Lagoa_dos_tambaquis
À frente do restaurante, Paula e o chef de cozinha, Marinho
Lagoa dos Tambaquis
A cozinha, limpa e organizada, está à vista do cliente

Os tambaquis

Os tambaquis são peixes de água doce, muito comuns no Amazonas. Eles chegam a pesar 20 quilos e têm uma carne saborosa. Mas, se depender dos clientes do Lagoa Dourada, eles vão viver nessa lagoa para sempre.

Lagoa dos Tambaquis
A dança dos tambaquis
Praia_do_Saco_Lagoa_dos_tambaquis
Os tambaquis não têm medo e chegam bem perto dos clientes
Lagoa dos Tambaquis
A Lagoa dos Tambaquis é reconhecida como uma das 7 maravilhas do município de Estância

Programe-se

Aos domingos, o Restaurante Lagoa Dourada dos Tambaquis costuma lotar. Se você quer sossego, vá aos sábados, às sextas ou no meio da semana. O restaurante abre de domingo a domingo, de 8 às 17h e, à noite, mediante reserva.

26 comentários em “Lagoa dos Tambaquis: o paraíso estanciano”

  1. Holaa Sonia! Que ok artículo, muy grato recibir tus escritos. Mucho éxito año próximo y felicidad para ti!!
    Abrazo! Elisa de Uruguay

    1. Elisa, obrigada, querida! Tudo de melhor pra você, sempre!
      Grande abraço!

    1. Não há o que agradecer, Janduhy!
      Volte, sempre!
      Grande abraço,
      sonia.

  2. Excelente local!!! Fantástico para estar com a família e amigos.
    Parabéns por mostrar um pouco do nosso fantástico estado.

    Abraços.
    Equipe Sergipe Turismo

    1. Para nós, é um prazer falar de Sergipe!
      Além de ser um estado muito rico em belezas naturais, é a nossa terra!
      Grande abraço,
      sonia.

      1. Sério? Ficamos muito felizes de saber que são da terra. Excelente blog, muito bom conteúdo, falaremos e indicaremos seu blog. Depois nos informe, por favor, seu e-mail para que possamos entrar em contato.

        Forte abraço do Sergipe Turismo.

        1. Poxa, muito obrigada!
          O de vocês, também, é muito bonito, colorido, cheio de informações. O meu e-mail é existeumlugarnomundo@uol.com.br
          Depois, precisamos nos conhecer, trocar figurinhas!
          Grande abraço e, mais uma vez, obrigada.
          sonia

  3. Estou querendo ir conhecer a Lagoa dos Tambaquis. Precisa agendar? Paga pra entrar?
    Aguardo resposta.
    Soetania

    1. Não, não precisa pagar nada… Mas eu só conheço o acesso pelos restaurantes. Procure esse restaurante que falo no texto. Os proprietários são pessoas ótimas e muito simpáticas. Desse restaurante, vc tem acesso à lagoa.
      Faça boa viagem e divirta-se!
      Grande abraço,
      sonia

  4. Muito feliz em saber que temos coisas tão interessantes tão pertinho, e vc falando, já fico com vontade de conhecer.
    Fiquei salivando imaginando essa mariscada, aratu, camarão,caranguejo, pilombeta, peixada…..tdo de bom.
    Adorei saber. Bjo.

    1. Edinalva,
      Vale a pena ir até a Lagoa do Tambaquis. É um ótimo programa!
      Obrigada pela visita.
      Um beijo grande,
      sonia.

    1. Anna, vindo a Sergipe, não pode deixar de dar uma passadinha por lá!
      Beijo e obrigada,
      sonia.

    1. Obrigada, Antônio José!
      Grande abraço,
      sonia

    1. Realmente, Anna, é muito legal e fica pertinho de Aracaju!
      Quando vier por aqui, já sabe!
      Beijão e obrigada,
      sonia.

  5. Já fiz uma visita, após a leitura do seu artigo da outra vez. Amei! É um passeio agradável e uma opção para um dia diferente, especialmente agora no verão!

    1. Sim, Rosina, eu me lembro do seu comentário, na época… pois é, é uma opção agora, pro verão, um dia diferente, principalmente, para quem tem criança.
      Obrigada e um beijo,
      sonia.

  6. Bom dia! A água dessa lagoa se mistura com a agua do mar? É uma água doce pura? Tem alguma cachoeira em Sergipe?

    1. Nadjaira,
      A lagoa não se mistura com o mar. Ela foi formada com a água da chuva.
      Sim, tem cachoeira em Sergipe – Em Macambira, Lagarto (Saboeiro) e Pirambu (Roncador).
      Esperamos ter ajudado.
      Grande abraço,
      sonia.

  7. Boa tarde!
    Vcs tem hospedagem, ou é somente para visitação?
    Day use?
    Como funciona?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =