Ko Phi Phi: dicas para aproveitar esse paraíso

Ko Phi Phi, que a gente pronuncia Co Pi Pi, é um daqueles paraísos incríveis que vemos nos folders sobre a Tailândia: mar transparente, de um azul inominável, areia branquinha e paredões enormes. Que tal ver tudo isso de pertinho? Melhor programa não há. 

Uma combinação perfeita: águas azuis e essas formações rochosas
Uma combinação perfeita: águas azuis e essas formações rochosas

Ko Phi Phi: onde fica?

Ko Phi Phi fica ao sul da Tailândia e pertence à província de Krabi, no oceano índico (mais precisamente no mar de Andaman). Trata-se de um arquipélago cujas ilhas mais famosas são: Phi Phi Don, que é para onde todos vão, e Phi Phi Leh, onde está localizada Maya Bay, a famosa praia onde Leonardo Di Caprio gravou “A Praia”, além de outras menores e desabitadas.

No mapa, as ilhas do arquipélago
No mapa, as ilhas tailandesas

História

No início, ko Phi Phi era conhecida, apenas, por alpinistas e mergulhadores, desbravadores, gente que não resistia à tanta beleza – seja para avistar aquilo tudo do alto ou do fundo do mar, onde a fauna e a flora abusam da beleza. Com o filme “A Praia”, protagonizado por Leonardo Di Capri, o arquipélago se tornou conhecido e esse pedacinho da Tailândia, definitivamente, nunca mais foi o mesmo.

Quando ir

A melhor época para visitar Ko Phi Phi é de dezembro a março. Trata-se da estação seca. Nesse período, faz sol a maior parte do tempo e a temperatura é agradável, em torno dos 30 graus. Sim, faz muito calor na Tailândia e, geralmente, a temperatura é alta durante todo o ano. De abril a novembro é a estação molhada, época de chuva, das monções no sudeste asiático – chuvas torrenciais. É melhor evitar. Abril é o mês mais quente. Em qualquer época, a sugestão é levar roupas leves – camisetas, shorts, vestidinhos e saias.

Ko Phi Phi e seus barquinhos coloridos
Ko Phi Phi e seus barquinhos coloridos

A nossa experiência

Nós fomos no início de dezembro. O calor era grande, sol o tempo inteiro, mas choveu algumas vezes – o que não atrapalhou em nada a nossa viagem.

Ko Phi Phi é um cartão postal
Ko Phi Phi é um cartão postal, para onde quer que se olhe

Como chegar a Ko Phi Phi

Saindo do Brasil, o caminho é esse: São Paulo – Bangcoc – krabi – Ko Phi Phi ou Phuket – Ko Phi Phi. Até Krabi ou Phuket, o trajeto é de avião. Das duas cidades para as ilhas, o transporte é o barco.

O barco para Ko Phi Phi
O barco para Ko Phi Phi

Custos

Compramos a passagem para a Tailândia pela Etihad, que não voa mais para o Brasil, mas muitas outras empresas oferecem o voo para Bangcoc: Emirates, Qatar Airways e muitas outras. Os voos não são diretos. A passagem custa em torno de 4 mil reais.

Chegamos a Phuket vindos de Siem Riep, no Camboja. A passagem custou em torno de 500 reais, ida e volta – sendo a volta por Krabi. Do aeroporto de Phuket até o Rassada Pier, o táxi nos levou em 50 minutos e cobrou THB 800 (mais ou menos, 80 reais). No Rassada Pier, compramos o ticket para Ko Phi Phi por THB 350 (em torno de 35 reais), mas os preços variam de acordo com o horário, podendo chegar até THB 1000 (mais ou menos, 100 reais). Em menos de duas horas chegamos lá.

Rassada Pier, em Phuket
Rassada Pier, em Phuket. Foto do site
Assim como Aracaju, Krabi também tem seu caranguejo
Assim como Aracaju, Krabi também tem seu caranguejo

Estada em Phi Phi Don

Apesar de ser um lugar badalado, há hotéis, resorts e pousadas para todos os bolsos. Tonsai é o centrinho de Phi Phi Don, onde tudo acontece, onde estão os hotéis, os restaurantes, os bares com música ao vivo, as lojas, os camelôs e o píer principal. Não tem trânsito. As ruas são estreitas e, no máximo, bicicletas circulam, além das pessoas. Dá para fazer tudo a pé.

Pier principal de Ko Phi Phi
Pier principal de Phi Phi Don
As ruas estreitas da ilha
As ruas estreitas da ilha
Lojinhas, bares e restaurantes ocupam as ruas da ilha
Lojinhas, bares e restaurantes ocupam as ruas da ilha
Só fica com fome quem quer
Só fica com fome quem quer

Dica: prepare-se para puxar a mala ou solicite um carregador ao seu hotel, ou contrate alguém para fazer isso, no píer.

Turistas chegando e carregando a própria mala
Turistas chegando e carregando a própria bagagem

Ao Lo Dalam

Esta é a região do agito, onde os jovens preferem se hospedar, em função da proximidade da praia e das festas que acontecem todas as noites. É muito próximo ao centrinho, onde nós nos hospedamos. Dizem que o ponto negativo de Ao Lo Dalam é o barulho à noite. Portanto, quem quiser sossego, é melhor reservar os hotéis fora desse local.

Ao Lo Dalam - sossego durante o dia
Ao Lo Dalam – sossego durante o dia
Águas claras e rasas são a característica desse lado da ilha
Águas claras e rasas são a característica desse lado da ilha

O que fazer em Phi Phi Don

. Explorar o centrinho

. Conhecer os vários restaurantes e experimentar a comida tailandesa

. Pegar um taxi boat e conhecer os arredores da ilha, as praias escondidas e os resorts mais afastados

Resort escondido, em Ko Phi Phi
Resort escondido, em Ko Phi Phi
Paz e tranquilidade, no paraíso
Paz e tranquilidade, no paraíso
Um dos muitos restaurantes tailandeses espalhados pela ilha
Um dos muitos restaurantes tailandeses espalhados pela ilha
Taxis-boat esperam pelos clientes
Táxis-boat esperam pelos clientes
Ponto de táxi-boat
Ponto de táxi-boat

. Fazer massagens de corpo inteiro ou só nos pés e pernas

. Estender uma canga na areia branquinha e lagartear ao sol – pra voltar com um bronzeado tailandês

. Fazer um curso de mergulho e apreciar os corais

. Pegar um táxi boat e ir, cedinho, conhecer Maya Bay

. Ver o pôr do sol do viewpoint, que é o ponto mais alto da ilha – mas leve um repelente.

Maya Bay - um convite explícito à felicidade
Maya Bay – um convite explícito à felicidade
Massagem em Ko Phi Phi
Massagem em Ko Phi Phi
Phi Phi vista do alto.
Phi Phi vista do viewpoint Foto: Visit Phi Phi

Por fim, faça uma tatuagem para marcar a sua passagem por Ko Phi Phi. Os tatuadores estão por toda a ilha e usam uma técnica antiga, com uma vara de bambu. O estúdio Tapear Tatoo foi fundado em 1994 e é conhecido pela perícia com essa técnica.

Tapear Tatoo é o estúdio de tatuagem mais antigo de Phi Phi
Tapear Tatoo é o estúdio de tatuagem mais antigo de Phi Phi. Foto do site

Onde e o que comer em Phi Phi Don

Pelas ruas do centrinhos, bares, pizzarias, restaurantes oferecem opções para todos os bolsos: comida tailandesa e europeia, pizzas e hambúrgueres, pães, massas, pães e croissants. Nas barraquinhas de rua, encontramos os sucos maravilhosos de melancia, romã e outras frutas exóticas. Não tivemos dificuldade com a alimentação, muito pelo contrário. Muitas vezes, comemos na rua, tomamos os sucos e não tivemos problema.

Bares e restaurantes de várias nacionalidades. Só passa fome quem quer.
Bares e restaurantes de várias nacionalidades. Só passa fome quem quer.
Um charmoso restaurante italiano em Phi Phi
Um charmoso restaurante italiano em Phi Phi
Bebidas para todos os bolsos
Bebidas para todos os bolsos

Lembrancinhas

Por todas as ruas da ilha, encontramos camisetas com estampa de motivos tailandeses, calças tailandesas de algodão, leves e práticas, cangas, biquínis, bolsas, bermudas, além de deuses, Budas e decoração para casa. O preço é praticamente o mesmo em todas as barraquinhas.

Lembrancinhas para todos os gostos
Lembrancinhas para todos os gostos

Quanto tempo ficar em Phi Phi Don

Nós ficamos 5 dias e achamos que foi o ideal. Depois de um mês viajando pelo sudeste asiático, queríamos descansar, relaxar e Phi Phi foi o destino perfeito para isso. Sua viagem para a Tailândia pode começar por Bangcoc, uma passadinha em Chiang Mai, como nós fizemos, e terminar num paraíso como esse.

Um resort escondido em Ko Phi Phi
Um resort escondido em Ko Phi Phi
sossego que não tem preço
sossego que não tem preço
a beleza do mar de Andaman, em Ko Phi Phi
a beleza do mar de Andaman, em Phi Phi
Os long tail boats, decorados, como em nenhum outro lugar
Os long tail boats, decorados, como em nenhum outro lugar
Em táxis boat estão em todos os lugares
Em táxis boat estão em todos os lugares

Agora, que tal começar a fazer o seu roteiro para o paraíso?

10 comentários sobre “Ko Phi Phi: dicas para aproveitar esse paraíso”

  1. Me transporto quando vejo suas publicações………fico encantada. Parabéns menina. Bjo.

  2. Boas dicas e belas fotos. Espero um dia chegar a esse paraíso.
    Gustavo.

    1. Sylvinha, é um destino dos deuses…. todos merecemos Ko Phi Phi! Beijo e obrigada!

  3. Lugar espetaculoso! Ótima matéria.

    1. sim, Rodrigo, um dos espetáculos desse planeta!!!!
      Obrigada,
      sonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *