Galeria Tretyakov

A Galeria Tretyakov, entre todos os Museus da Rússia, é dos mais importantes. Ela fica em Moscou e é uma visita que não se pode deixar de fazer. Se tivesse que escolher, apenas, um entre os 80 museus em Moscou, escolha este e você não vai se arrepender. Abaixo, dicas e informações que podem fazer você aproveitar melhor a visita.

Localização da Galeria Tretyakov
Localização da Galeria Tretyakov

Em Moscou, nós visitamos o Arsenal do Estado, o Museu Estatal Pushkin de Belas Artes, o Museu-casa de Pushkin, o Mausoléu de Lênin, o Museu da Cosmonáutica, o Museu Histórico, Museu da História Política Russa, o Museu-casa de Gorky e a Galeria Tretyakov. Precisamos voltar lá para ver o Museu-casa de Tolstoi, de Tchekhov e de Tchaikovsky. Grande parte fica no centro, em torno da Praça Vermelha. Mas, outros ficam mais afastados – nada que o metrô ou um uber não resolva.

Um dos melhores museus da Rússia: a Galeria Tretyakov

Tudo começou em 1856, com o rico comerciante, Pável Tretyakov, apaixonado por arte, que começou a reunir o melhor dos artistas plásticos russos. Em 1892, ele doou toda a sua preciosa coleção ao município. Seu irmão também fez doações. Mas a coleção cresceu à medida que outras coleções particulares eram “nacionalizadas” pelo regime da União Soviética. O resultado é que a Galeria Tretyakov detém a maior coleção de arte russa do mundo.

Galeria Tretyakov
A Galeria impressiona desde a fachada

Toda a beleza do museu começa com o prédio, de 1902. A linda fachada, com um baixo-relevo de São Jorgepadroeiro da cidade – matando um dragão, e um friso inspirado em manuscritos medievais adiantam o que nos espera, lá dentro: um verdadeiro tesouro em cores, diversidade e antiguidade.

A galeria e seu idealizador, Pavel Tretyakov, à frente
A galeria e seu idealizador, Pavel Tretyakov, à frente

São mais de 160 mil obras, do século XI ao século XX, que se revezam na exposição, por causa do espaço, embora o museu esteja divido em dois prédios.

História

Durante a Segunda Guerra Mundial, assim como outros museus da Rússia, a coleção Tretyakov foi transferida para o interior, para fugir dos bombardeios e saques. As obras, que lotaram 17 vagões, ficaram guardadas em Novosibirsk, até 1945. A maior preciosidade do museu é o Teótoco de Vladmir – A Virgem de Vladmir. Segundo a lenda, este é o primeiro ícone cristão da história. O autor, São Lucas Evangelista, usou uma placa de madeira, de uma mesa usada por Jesus, para fazer o trabalho. Acredita-se que o ícone tenha chegado à Rússia, de barco, vindo de Constantinopla. A Virgem de Vladmir é um dos mais venerados ícones ortodoxos do país.

Maria, quando viu a imagem, pronunciou: "agora, todas as gerações Me conhecerão por abençoada"
Maria, quando viu a imagem, pronunciou: “agora, todas as gerações Me conhecerão por abençoada”

As exposições

A Galeria Tretyakov tem 62 salas divididas em 2 andares. Quando entramos, descemos para a bilheteria, que fica no subsolo. Depois, começamos a visita pelo primeiro andar, onde as pinturas estão expostas em ordem cronológica, da sala 1 à sala 48. Nas salas 49 a 54, estão os desenhos e as gravuras. As joias russas estão no térreo, na sala 55. E as salas 56 a 62 têm, também, joias e ícones. As salas são enormes, climatizadas, com os quadros, esculturas e objetos dispostos de maneira muito agradável.

Galeria Tretyakov: No subsolo, a bilheteria, os banheiros e as lojinhas
No subsolo, a bilheteria, os banheiros e as lojinhas

As obras

Distribuídas pelas salas do museu, cada obra se destaca de uma forma. Seja pelas cores, pela técnica utilizada, pela importância histórica. Os salões são enormes e, em todos eles, há um funcionário tomando conta e pronto para dar informações. O que mais me chamou a atenção e fez com que eu reverenciasse o país, mais uma vez, é que esses funcionários são todos maiores de 60 anos. Os idosos estão nas salas dos museus, guardando os agasalhos dos visitantes, nos teatros e em todos os lugares onde o trabalho não exija tanto, fisicamente. Palmas para a Rússia!

Sala enormes para comportar quadros importantes da coleção da Galeria Tretyakov
Sala enormes para comportar quadros importantes da coleção
Galeria Tretyakov
Os russos frequentam museus e galerias
Galeria_Tretyakov_sala
“Aparição de Cristo diante do povo”, de Alexandre Ivanov

Abaixo, segue uma série de quadros que mais me chamaram a atenção:

Garota com pêssegos, de Valentin Serov, um dos pintores mais amados da Rússia.
Garota com pêssegos, de Valentin Serov, um dos pintores mais amados da Rússia.
Galeria_Tretyakov_Anton_Chekhov
Portrait de Anton Chekhov (o bonitão), de Iosif E. Braz.
Galeria Tretyakov: O Desjejum, de Zinaida Serebriakova - que eternizou o café da manhã dos filhos
O Desjejum, de Zinaida Serebriakova – que eternizou o café da manhã dos filhos
Galeria_Tretyakov_A Beleza, de Boris Kustodiev
A Beleza, de Boris Kustodiev
Galeria Tratyakove: Umbrian Valley, de Galovin
Umbrian Valley, de Galovin
Galeria Tretyakov e A Família, de Ivanov
A Família, de Ivanov
Galeria Tretyakov: Ivan, o Terrível, de Víktor Vasnetsov
Ivan, o Terrível, de Víktor Vasnetsov
Galeria_Tretyakov: Pedro, o Grande, interroga Alexei Petrovich Romanov (seu filho) em Peterhof, de N. Gue
Pedro, o Grande, interroga Alexei Petrovich Romanov (seu filho) em Peterhof, de N. Gue
Galeria_Tretyakov: O tzar Iván Vazilievich, de M.Antokolski
O tzar Iván Vazilievich, de M. Antokolski
Galeria Tretyakov: Imperatriz Elizabeth da Rússia, de I. Vishniakov
Imperatriz Elizabeth da Rússia, de I. Vishniakov
Galeria Tretyakov: Leo Tolstoy, de Ilya Efimovich Repin
Leo Tolstoy, de Ilya Efimovich Repin
Galeria Tretyakov: Pavel Tretyakov, de Ivan Kramskoi
Pavel Tretyakov, de Ivan Kramskoi
Salão da Galeria Tretyakov com ícones
Salão com ícones russos
Galeria Tretyakov e o quadro "Os profetas - Daniel, David e Salomão"
Os profetas – Daniel, David e Salomão
Galeria Tretyakov e o quadro Bem-aventuradas sejam as milícias do rei celestial
Bem-aventuradas sejam as milícias do rei celestial
Galeria Tretyakov e o quadro O matrimônio Desigual
O matrimônio Desigual – realmente.

Para entrar na Galeria Tretyakov, pagamos 500 rublos, mais ou menos 28 reais. Menores de 18 anos não pagam. Aberta às terças, quartas e domingos, das 10 às 18 horas. Quinta, sexta e sábado, das 10 às 21 horas. Lavrushinsky Pereulok, 10.

4 comentários sobre “Galeria Tretyakov”

  1. Muito interessante viajar e aprender com vc! Parabéns pela dedicação e pelas fotos maravilhosas! Lindo! Tb amei esse Museu!

  2. Não tem como não viajar em pensamentos e desejar conhecer os lugares por onde você passa……….adorei. Parabéns garota!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *